Márlon Reis recebe Comenda de Direitos Humanos Dom Hélder Câmar

Brasília - o Senado Federal promoveu nesta terça-feira (03/12) a entrega da Comenda de Direitos Humanos Dom Hélder Câmara. A honraria, que reconhece a contribuição de cidadãos pela em defesa dos direitos humanos no Brasil, agraciou as seguintes pessoas: Márlon Jacinto Reis, Cláudio Luciano Dusik, Dom Antônio Fernando Saburido, Warley Martins Gonçalles, Janete Capiberibe e Jackson Lago (in memoriam).

 

Para Márlon Reis, cofundador e codiretor do MCCE, "foi emocionante receber uma comenda que leva o nome de Dom Helder Câmara, um dos personagens mais importantes e inspiradores nas causas humanitárias no Brasil e no mundo. Agradeço a lembrança do Senador Pedro Simon que indicou o meu nome para receber esta comenda. Ele que é um brasileiro que honra e engrandece o Senado e é uma referência para todos os cidadãos". Completou dizendo que dois pontos o farão se lembrar para sempre deste dia: a fala do Senador Paulo Pain sobre a dificuldade de defender direitos humanos no Brasil, mas que por isso mesmo o tema se torna uma luta das mais importantes e o que disse o Cláudio Dusik, outro agraciado com a comenda, "o impossível é apenas o tempo que temos que esperar até que sejamos capazes de revelar as nossas potencialidades".

 

A COMENDA - Criada em 2010 pelo Senado Federal, a Comenda de Direitos humanos Dom Hélder Câmara se destina a agraciar personalidades que tenham oferecido relevante contribuição à defesa dos direitos humanos no Brasil.

Ascom_MCCE.
Esta matéria possui 2107 visualizações.




Comentário(s):