Cáritas Brasileira participa do manifesto por Eleições Limpas

O ato público “Eleições Limpas”: Contra o financiamento privado e em defesa do financiamento democrático de campanha, que aconteceu ontem, dia 8, no Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil-OAB, recebeu mais de 50 entidades de todo o Brasil.

O atual sistema eleitoral, com seu financiamento privado de campanha, estimula a corrupção. E o objetivo do manifesto é combater a causa da corrupção eleitoral no Brasil, o ato público abordou assuntos referentes à Reforma Política Democrática.

A Igreja Católica se fez presente no evento por meio da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil-CNBB e da Cáritas Brasileira.

 

A Cáritas Brasileira foi representada por José Magalhães de Sousa, que fez a leitura do manifesto, “A Reforma Política Democrática representa o caminho para aprofundar a democracia, garantindo a ampliação da política da maioria da sociedade, valorizando o papel do eleitor e contribuindo para o fim da corrupção eleitoral.”

A OAB levará ao Congresso Nacional o apoio e exigência da sociedade brasileira por uma Reforma Política que detenha a corrupção eleitoral, impedindo o abuso do poder político, que faça com que o voto seja livre e que não haja interferência do poder econômico nas eleições.

O documento assinado por todas as entidades foi entregue aos presidentes do Senado Federal e da Câmara dos Deputados.

 

Para conferir o manifesto, clique Aqui.

por Mariana Guedes, estagiária da Assessoria de Comunicação da Cáritas Brasileira / Secretariado Nacional