Abaixo-assinado por um presidente 'Ficha Limpa' para o Senado já supera 250 mil assinaturas

A partir de um abaixo-assinado feito na internet pela ONG Rio da Paz, a sociedade civil reivindica que o Senado seja presidido por um político “ficha limpa”. Já são mais de 250 mil assinaturas no documento que tem como título “Ficha Limpa no Senado: Renan não!”. Até o momento, Renan Calheiros (PMDB-AL) é o candidato mais cotado para o cargo, mesmo tendo em sua trajetória política uma renúncia do mesmo cargo motivada por  quebra de decoro parlamentar.

No topo do abaixo-assinado é feito um apelo aos senadores, informando que a sociedade precisa de um presidente ficha limpa: “Fazemos um apelo aos senhores Senadores para que escolham um presidente ficha-limpa, comprometido com o desenvolvimento social e que seja capaz de dirigir o Senado com independência e dignidade”.

Renan Calheiros já presidiu o Senado, em 2007, quando teve que renunciar diante de denúncias de que um lobista estaria pagando suas despesas pessoais e de ter intercedido junto ao Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) e à Receita Federal em favor da empresa Schincariol.

Na tentativa de defender-se das acusações de que teria suas despesas pagas pelo lobista Cláudio Gontijo, da empreiteira Mendes Júnior, na última semana Renan foi denunciado ao Supremo Tribunal Federal por supostamente ter usado notas frias em sua defesa.

Diante da conquista da Lei da Ficha Limpa, a volta de Renan à Presidência do Senado é considerada como um retrocesso inaceitável. “Após a aprovação da lei da Ficha Limpa e do julgamento do Mensalão o país precisa deixar claro que não aceita mais que a moralidade pública fique em segundo plano”, explica o texto do abaixo-assinado.

A campanha recolherá assinaturas contra a candidatura de Renan até a sexta-feira, dia da votação para Presidência do Senado. Por ter atingido mais de 100 mil assinaturas, o documento deve ser lido no plenário do Senado por opositores à candidatura de Renan, possivelmente o senador Pedro Taques (PDT-MT), também candidato ao Senado.

Assessoria.
Esta matéria possui 1472 visualizações.




Comentário(s):